Por Viviane Bellini

Quanto maior se torna a expectativa de vida, maior é a necessidade de cuidar melhor do dinheiro e planejar as finanças ao longo do ciclo da vida.

Vamos viver mais e precisamos estar preparados para isso em todos os pilares que sustentam uma boa longevidade, inclusive o financeiro.

Adotar e manter, ao longo da vida, atitudes que possibilitem uma longevidade financeira equilibrada que irá contribuir para uma velhice mais tranquila.

Para isso refletiremos sobre alguns comportamentos simples que precisam ser adotados o quanto antes (lembrando que nunca é tarde para começar), são eles:

  1. Gestão das entradas de receita

Não se trata apenas de salário ou renda, mas de todo dinheiro que os pais guardam para crianças e adolescentes, algumas vezes desde o nascimento. Saber gerir a entrada do dinheiro é tarefa crucial para uma boa longevidade financeira. 

  1. Controle das emoções para gastar bem o dinheiro

Gerir o dinheiro é mais fácil quando se tem controle das emoções para realizar os gastos. Cuidado para não gastar só porque está ansioso, triste, nervoso ou alegre demais. É necessário entender as prioridades fundamentadas nos sonhos de cada indivíduo. Sendo assim, antes de qualquer coisa a pessoa precisa ter clareza dos objetivos que tem com o seu dinheiro, se isso não ficar claro qualquer gasto pode ser visto apenas como um item adquirido.

  1. Gestão dos gastos

Com o objetivo bem definido de como usar o seu dinheiro, é preciso gerenciá-lo em conjunto com o todo, receitas, despesas, aplicações, etc.

  1. Saber poupar 

Após registrar as entradas e saídas, pode ser que tenha alguma sobra. Neste caso é importante saber o que fazer com elas. Se não está sobrando isso também precisa ser entendido e trabalhado, para ter claro em que está gastando. 

  1. Estar sempre atualizado e aprender a ganhar mais

Aprender a aumentar as receitas é fundamental. Não podemos nos acostumar com o valor das entradas, muito menos descuidar dos gastos. O objetivo aqui é fazer com que, sempre que possível, as sobras aumentem para que se possa poupar mais

  1. Investir bem o valor que foi poupado

Apesar de uma parcela de brasileiros estar aparentemente investindo melhor, com o boom das plataformas e de conteúdo acessível sobre finanças, a batalha ainda não está vencida. Não basta poupar, tem que saber investir para que seja possível aumentar sua reserva e assim alcançar o objetivo definido. 

  1. Saber proteger o que foi conquistado  

Na medida em que a gestão financeira vá ganhando maturidade é de suma importância que o indivíduo considere uma proteção (seguro) para ela.

  1. Saber usar bem o dinheiro poupado ao longo da vida

Aqui está um tema pouco falado até porque poucos indivíduos conseguem esse feito. De nada adianta passar anos economizando se não souber utilizar os recursos da melhor forma fazendo o uso dele de uma única vez, ou seja, passar um tempo acumulando para depois gastar tudo sem planejar.

Referências:

Livro: Longevidade Inteligente – Como se preparar para uma vida de 100 anos – Autor: Alexandre Correa

Livro: Como organizar sua vida financeira – Autor: Gustavo Cerbasi

Dica de planilhas para gestão financeira: https://www.tecmundo.com.br/mercado/239788-8-modelos-prontos-planilha-controle-financeiro.htm

× Olá!